VoyForums
[ Show ]
Support VoyForums
[ Shrink ]
VoyForums Announcement: Programming and providing support for this service has been a labor of love since 1997. We are one of the few services online who values our users' privacy, and have never sold your information. We have even fought hard to defend your privacy in legal cases; however, we've done it with almost no financial support -- paying out of pocket to continue providing the service. Due to the issues imposed on us by advertisers, we also stopped hosting most ads on the forums many years ago. We hope you appreciate our efforts.

Show your support by donating any amount. (Note: We are still technically a for-profit company, so your contribution is not tax-deductible.) PayPal Acct: Feedback:

Donate to VoyForums (PayPal):

22/04/19 13:53:16Login ] [ Contact Forum Admin ] [ Main index ] [ Post a new message ] [ Search | Check update time | Archives: 12[3]456789 ]
Subject: O Produto Interno Bruto (PIB) da China cresceu 11,1%


Author:
Exame
[ Next Thread | Previous Thread | Next Message | Previous Message ]
Date Posted: 20/04/07 7:24:13
In reply to: Diário Digital 's message, "China: Lucros médios de empresas cotadas crescem mais de 44%" on 5/04/07 8:21:19


O Produto Interno Bruto (PIB) da China cresceu 11,1% no primeiro trimestre deste ano em relação ao mesmo período de 2006, segundo o Escritório Nacional de Estatísticas. O crescimento do primeiro trimestre foi 0,7 ponto superior ao do mesmo período de 2006.


O governo chinês tinha previsto que o PIB cresceria entre 10,5% e 11% no primeiro trimestre do ano, devido à nova alta das exportações, do consumo e do investimento. As primeiros análises oficiais indicavam um avanço de 9% a 10,2% durante o trimestre e abaixo de 10% no resto do ano. O PIB chinês cresceu 10,7% em 2006. O investimento em ativos fixos cresceu 23,75% em março ante o mesmo mês do ano passado.


O forte crescimento da economia chinesa registrado no primeiro trimestre foi motivado por ajustes estruturais na economia e pelo consumo crescente, disse o porta-voz do Escritório Nacional de Estatísticas chinês, Li Xiaochao. O PIB do primeiro trimestre registrou expansão de 11,1%, o maior ritmo desde o segundo trimestre de 2006, quando a economia cresceu 11,5%.


Xiaochao afirmou que a economia chinesa está crescendo a um ritmo rápido e destacou o risco de superaquecimento da economia. "Se esse crescimento muito rápido continuar, há a possibilidade de virar um superaquecimento", disse Xiaochao durante entrevista à imprensa.


Segundo o porta-voz, o objetivo da China é prevenir um "pouso forçado" da economia e o governo está preocupado que um crescimento muito forte possa levar a uma estrutura econômica desequilibrada. "Se o ritmo do crescimento econômico continuar aumentando da taxa de 11,1%, isto pode deixar a estrutura econômica irracional", disse Xiaochao, destacando que o governo tomará os ajustes macroeconômicos "apropriados" dependendo da situação econômica.


"Elevar ou não a taxa de juro irá depender do fato de a economia estar indo de um crescimento relativamente rápido para o superaquecimento", disse Li, quando questionado se uma elevação do juro era possível depois dos indicadores econômicos do primeiro trimestre.


Controle


A China vai continuar a controlar o investimento direto e a expansão do crédito no país, afirmou o Conselho do Estado chinês, depois que os dados divulgados mostraram crescimento econômico mais forte do que o esperado. O investimento direto nas áreas urbanas chinesas cresceu 25,3% no primeiro trimestre ante o ano anterior, superando a projeção de crescimento de 23,3% para o trimestre. O investimento direto nacional, que inclui áreas rurais, registrou aumento de 23,7% nos três primeiros meses do ano. Já a produção industrial cresceu 17,6% em março em relação ao mesmo mês de 2006, superando as projeções de 15,4%.


O governo chinês vai continuar a trabalhar para diminuir o grande superávit comercial, limitar o forte crescimento nos preços das residências e manter a estabilidade de preços, afirmou o Conselho do Estado em um comunicado divulgado após uma reunião presidida pelo primeiro ministro Wen Jiabao para discutir o desempenho trimestral da economia.


Juros


Economistas já apostam em aumento de 0,27 ponto porcentual da taxa de juro chinesa nos próximos dias. O economista do Citigroup, Shen Minggao, prevê aumento de 0,27 ponto porcentual antes do feriado de maio e de 1 ponto na alíquota do recolhimento compulsório dos bancos até o final do ano". "Outras medidas são esperadas, mas em processo gradual", acrescentou.


O economista Mark Williams, da Capital Economics, também espera alta de 0,27 ponto porcentual da taxa de empréstimo e de depósito, mas "nos próximos cinco dias". Ele acredita que "outros controles administrativos serão introduzidos nas próximas semanas". As informações são da Dow Jones e de outras agências internacionais.

[ Next Thread | Previous Thread | Next Message | Previous Message ]


Login ] Create Account Not required to post.
Post a public reply to this message | Go post a new public message
* HTML allowed in marked fields.
Post Password:
Keep password cookie for 24 hours

Message subject (required):

Name (required):

  Expression (Optional mood/title along with your name) Examples: (happy, sad, The Joyful, etc.) help)

  E-mail address (optional):

* Type your message here:


Notice: Copies of your message may remain on this and other systems on internet. Please be respectful.

[ Contact Forum Admin ]


Forum timezone: GMT+0
VF Version: 3.00b, ConfDB:
Before posting please read our privacy policy.
VoyForums(tm) is a Free Service from Voyager Info-Systems.
Copyright © 1998-2019 Voyager Info-Systems. All Rights Reserved.