VoyForums
[ Show ]
Support VoyForums
[ Shrink ]
VoyForums Announcement: Programming and providing support for this service has been a labor of love since 1997. We are one of the few services online who values our users' privacy, and have never sold your information. We have even fought hard to defend your privacy in legal cases; however, we've done it with almost no financial support -- paying out of pocket to continue providing the service. Due to the issues imposed on us by advertisers, we also stopped hosting most ads on the forums many years ago. We hope you appreciate our efforts.

Show your support by donating any amount. (Note: We are still technically a for-profit company, so your contribution is not tax-deductible.) PayPal Acct: Feedback:

Donate to VoyForums (PayPal):

8/12/19 21:28:14Login ] [ Contact Forum Admin ] [ Main index ] [ Post a new message ] [ Search | Check update time | Archives: 123[4]56789 ]
Subject: China: Dez milhões transferem-se por ano para as cidades


Author:
Lusa
[ Next Thread | Previous Thread | Next Message | Previous Message ]
Date Posted: 3/06/07 20:24:04
In reply to: Forbes 's message, "OS 100 MAIS RICOS DA CHINA" on 29/05/07 17:38:23

China: Dez milhões transferem-se por ano para as cidades

Cerca de 10 milhões pessoas transferem-se por ano das zonas rurais para as cidades chinesas, com um aumento anual de 0,9% no último quarto de século, de acordo com conclusões de um seminário sobre planificação e gestão urbanas realizado na cidade de Nanning.
Em finais de 2006, a população urbana na China atingiu os 577 milhões, o que representa uma taxa de urbanização nacional de 43,9%, informou hoje o Diário do Povo, órgão oficial do Partido Comunista da China (PCCh).

Como referiu em declarações à revista China Business Times o director de planificação do ministério da Construção chinês, Li Feng, nos próximos 15 ou 20 anos o ritmo de crescimento de urbanização na China irá manter-se.

Li sublinhou no seminário que o processo de industrialização, aumento da informação, automatização e reestruturação social incrementará a pressão sobre os recursos ambientais, mas que o desenvolvimento urbano na China é necessário, embora tendo de levar em conta a conservação do ambiente.

O arquitecto venezuelano António Ochoa, que viveu e trabalhou durante uma grande parte da sua vida na China, alertou esta semana numa conferência com urbanistas chineses e espanhóis para o excessivo desenvolvimento das cidades chinas.

O arquitecto assegurou na conferência, organizada pelo Instituto Cervantes de Pequim, que o desenvolvimento caótico vivido pelas cidades chinesas é caso único e de uma magnitude que não é comparável, «nem sequer ao crescimento das urbes da América Latina».

«Se tudo continuar a este ritmo, em Pequim, por exemplo, vai haver um caos surpreendente», assinalou, recordando que na capital chinesa já desapareceu o gosto de passear e as pessoas agora só saiem à rua para «ir de um lado para outro».

Uma cidade que era ideal para bicicletas está agora a vê-las desaparecer, cedendo o passo aos automóveis num tráfego excessivo, sublinhou Ochoa.

[ Next Thread | Previous Thread | Next Message | Previous Message ]


Post a message:
This forum requires an account to post.
[ Create Account ]
[ Login ]
[ Contact Forum Admin ]


Forum timezone: GMT+0
VF Version: 3.00b, ConfDB:
Before posting please read our privacy policy.
VoyForums(tm) is a Free Service from Voyager Info-Systems.
Copyright © 1998-2019 Voyager Info-Systems. All Rights Reserved.