VoyForums

27/07/17 7:38:58VoyUser Login optional ] [ Contact Forum Admin ] [ Main index ] [ Post a new message ] [ Search | Check update time | Archives: 123456789 ]
Subject: China quer acabar com amantes dos dirigentes


Author:
ABEL COELHO DE MORAIS (DN, 29.07.2007)
[ Next Thread | Previous Thread | Next Message | Previous Message ]
Date Posted: 30/07/07 7:34:48
In reply to: France Presse 's message, "Polícia apreende uma tonelada de Viagra falso na China" on 25/07/07 23:01:01

Qualquer dirigente do Partido Comunista Chinês (PCC) ou funcionário do Estado que mantenha amantes ou "segundas mulheres" pode ser afastado das suas funções e levado a tribunal por violação da lei.

Amantes e "segundas mulheres" - outra designação para uma instituição da China antiga que sobreviveu até à actualidade, as concubinas - estão na moda entre os dirigentes chineses que as consideram um elemento de sucesso, poder e prestígio. Como escrevia esta semana a edição online do jornal oficial Diário do Povo, "ter uma jovem amante é não só moda entre os dirigentes de meia idade tentados pela lascívia, como também o perfeito disfarce para receber subornos e lavar dinheiro".

Por isso, a Procuradoria Popular e o Supremo Tribunal da China criminalizaram dez novas formas de suborno, permitindo a investigação aos actos e bens do que consideram "pessoas com relações especiais", isto é membros de família dos dirigentes a pessoas com interesses comuns com aqueles e, naturalmente, as que partilham relações afectivas de algum tipo. Sublinha o Diário do Povo que deixa de ser necessário provar o envolvimento directo de uma "segunda mulher" para se condenar um quadro ou dirigente.

Ao contrário de Mao que, recordava o correspondente da AFP em Pequim, gostava de se rodear de jovens mulheres e era conhecido pela sua promiscuidade sexual, os responsáveis políticos da actualidade vão ter de cultivar uma imagem de rigor moral. A expulsão esta semana do PCC do seu responsável em Xangai, Chen Liangyu, por "manter 11 amantes", "ter um comportamento degenerado" e "negociar favores sexuais por posições de poder" mostra a preocupação do partido.

Em 2006, segundo a AFP, que cita um dirigente da Comissão de Disciplina do PCC, Liu Xirong, "70% dos casos de corrupção e subornos foram recebidos por membros das famílias dos quadros ou pelas suas amantes". Portanto, acabando-se com as amantes, reduz-se a corrupção que se tornou uma verdadeira instituição numa China cuja economia cresce a 10% ao ano e em que "enriquecer é glorioso", como disse nos anos 80 Deng Xiaoping.

Mas a medida não agrada a todos. Um texto no Shangai Daily lembrava que aquela se deve aplicar também "às dirigentes femininas que mantêm homens fora do casamento" e que há formas mais eficazes de controlar a riqueza dos dirigentes, como obrigá-los a declarações dos seus rendimentos e das suas famílias. |

[ Next Thread | Previous Thread | Next Message | Previous Message ]


VoyUser Login ] Not required to post.
Post a public reply to this message | Go post a new public message
* HTML allowed in marked fields.
Post Password:
Keep password cookie for 24 hours

Message subject (required):

Name (required):

  Expression (Optional mood/title along with your name) Examples: (happy, sad, The Joyful, etc.) help)

  E-mail address (optional):

* Type your message here:


Notice: Copies of your message may remain on this and other systems on internet. Please be respectful.

[ Contact Forum Admin ]


Forum timezone: GMT+0
VF Version: 3.00b, ConfDB:
Before posting please read our privacy policy.
VoyForums(tm) is a Free Service from Voyager Info-Systems.
Copyright © 1998-2016 Voyager Info-Systems. All Rights Reserved.