VoyForums
[ Show ]
Support VoyForums
[ Shrink ]
VoyForums Announcement: Programming and providing support for this service has been a labor of love since 1997. We are one of the few services online who values our users' privacy, and have never sold your information. We have even fought hard to defend your privacy in legal cases; however, we've done it with almost no financial support -- paying out of pocket to continue providing the service. Due to the issues imposed on us by advertisers, we also stopped hosting most ads on the forums many years ago. We hope you appreciate our efforts.

Show your support by donating any amount. (Note: We are still technically a for-profit company, so your contribution is not tax-deductible.) PayPal Acct: Feedback:

Donate to VoyForums (PayPal):

29/02/24 11:03:53Login ] [ Contact Forum Admin ] [ Main index ] [ Post a new message ] [ Search | Check update time | Archives: 123456789 ]
Subject: Ex-ajudante de Colin Powell denuncia arbitrariedades contra os Cinco


Author:
JEAN-GUY ALLARD
[ Next Thread | Previous Thread | Next Message | Previous Message ]
Date Posted: 24/09/07 19:17:30

Ex-ajudante de Colin Powell denuncia arbitrariedades contra os Cinco



MUITO descontente com as inúmeras injustiças em torno do caso dos Cinco, Lawrence Wilkerson, ex-chefe do Estado-Maior do ex-ministro das Relações Exteriores norte-americano, Colin Powell, acaba de publicar uma carta aberta, em que não só denuncia aquela situação, mas também faz um apelo para o povo se manifestar a favor dos cubanos seqüestrados pelo governo de Bush.

O alto oficial da US Army, que foi nada menos que o braço direito do ex-secretário de Estado, fundamenta sua valente posição, em boa medida, em seu vasto conhecimento da administração de George W. Bush.

Wilkerson narra como se convenceu da certeza da defesa dos cinco cubanos, ao assistir, em 12 de setembro passado, a uma conferência do advogado Leonard Weinglass num anfiteatro da Faculdade de Direito da Universidade de Howard.

“Fiquei apavorado com o que o advogado Weinglass revelou”, comentou quem foi ajudante de Colin Powell durante dezesséis anos, incluindo o tempo em que Powell foi chefe do Estado-Maior e quando foi secretário de Estado.

Após explicar pormenorizadamente os fatos e argumentos expostos por Weinglass, Wilkerson destacou que o caso “chega ao cúmulo: foram condenados à prisão perpétua homens que vieram aqui para conhecer como e quando seria atacado seu país por pessoas que violam a lei norte-americana.

“Estes homens não tinham armas, nem planejaram danificar ninguém nos Estados Unidos, e foram motivados pela idéia de protegerem seus compatriotas de uma invasão e dos constantes ataques dos cubano-americanos que moram na Flórida”, apontou.

E acrescentou: “Temos que perguntar-nos também como é possível que chegássemos a constituir um santuário para supostos terroristas? Como foi possível que os Estados Unidos da América ocupassem um lugar em nossa própria lista de patrocinadores do terrorismo?

“Se os fatos são como o advogado Weinglass os informa, este caso realmente toca o fundo do barril. Tive muita dificuldade em acreditar nisso mas eu não tenho nenhum elemento para refutar a magnífica apresentação do senhor Weinglass. Mais do que isso, eu estive quatro anos na administração Bush: sei até onde nosso governo pode se afundar. Tortura. Mentiras. Falsa inteligência. Tirania.

“Será tão incrível a incapacidade para resolver este caso contra os Cinco, apesar de ter começado na segunda administração Clinton, quando se consideram os personagens da atual administração?, perguntou o militar.

“Wilkerson terminou exortando seus leitores a denunciarem o caso perante seus congressistas. “Isto é uma paródia de justiça”, concluiu assinalando as inúmeras ações que, neste momento, desprestigiam seu país.

Wilkerson criticou duramente a política norte-americana desde sua saída da Casa Branca, em janeiro de 2005.

Numa entrevista com o The New York Times, comentou que “a decisão de falar abertamente da política do primeiro mandato de Bush chegou lentamente”, mas foram estimuladas “pelas revelações sobre Abu Ghraib”.

O assessor de Powell qualificou George W. Bush de “amador” manejando uma administração “opaca, estúpida e com tendência para o desastre, tanto interna quanto externamente”.

[ Next Thread | Previous Thread | Next Message | Previous Message ]

Replies:
Subject Author Date
Re: Ex-ajudante de Colin Powell denuncia arbitrariedades contra os CincoTim (Mas quem sao estes?)25/09/07 9:20:58


Post a message:
This forum requires an account to post.
[ Create Account ]
[ Login ]
[ Contact Forum Admin ]


Forum timezone: GMT+0
VF Version: 3.00b, ConfDB:
Before posting please read our privacy policy.
VoyForums(tm) is a Free Service from Voyager Info-Systems.
Copyright © 1998-2019 Voyager Info-Systems. All Rights Reserved.