VoyForums
[ Show ]
Support VoyForums
[ Shrink ]
VoyForums Announcement: Programming and providing support for this service has been a labor of love since 1997. We are one of the few services online who values our users' privacy, and have never sold your information. We have even fought hard to defend your privacy in legal cases; however, we've done it with almost no financial support -- paying out of pocket to continue providing the service. Due to the issues imposed on us by advertisers, we also stopped hosting most ads on the forums many years ago. We hope you appreciate our efforts.

Show your support by donating any amount. (Note: We are still technically a for-profit company, so your contribution is not tax-deductible.) PayPal Acct: Feedback:

Donate to VoyForums (PayPal):

25/02/24 22:20:41Login ] [ Contact Forum Admin ] [ Main index ] [ Post a new message ] [ Search | Check update time | Archives: 123456789 ]
Subject: Veltroni ganha liderança de nova esquerda italiana


Author:
MANUELA PAIXÃO (DN, 16.10.2007)
[ Next Thread | Previous Thread | Next Message | Previous Message ]
Date Posted: 16/10/07 17:11:47

Nas primárias deste domingo, realizadas ao estilo americano, mais de três milhões de eleitores escolheram para secretário-geral do Partido Democrático (PD) o italiano culturalmente "mais filoamericano": Walter Veltroni obteve 75% dos votos.

Os outros quatro candidatos à liderança do PD obtiveram resultados muito inferiores aos conseguidos pelo autarca de Roma: Rosy Bindi teve com 14% dos votos, Enrico Letta 11%, e Mario Adinolfi e Piergiorgio Gawvronski apenas 0,1%.

O novo partido italiano, fruto de uma "gestação" longa, filho de muitos "pais" com histórias e origens políticas das mais diversas, foi projectado como uma ponte para um novo sistema político, não só nacional, mas europeu. Os três milhões e meio de eleitores são os seus sócios fundadores e isso constitui um acontecimento democrático que não tem precedentes na política italiana.

Nestas primárias puderam votar pela primeira vez jovens com idades a partir dos 16 anos e imigrantes com autorização de residência em Itália. O PD ultrapassou a primeira prova, que era a participação eleitoral, num domingo solarengo e numa altura em que aumenta no país a rejeição contra a classe política.

Deixados de lado os computadores com os blogues antipolítica abertos, ignorados os dossiês que denunciam o elevado custo das instituições, as sedes improvisadas para o voto começaram a encher-se desde as primeiras horas da manhã de domingo, com eleitores que contribuíam com pelo menos um euro.

Os números da organização das primárias são imponentes: mais de 11 mil sedes de voto, 70 mil voluntários, mais de 35 mil candidatos nas listasdos cinco candidatos. Tudo isto fez aumentar o interesse numas eleições não oficiais, num dos momentos mais difíceis e impopulares para o Governo de centro-esquerda, liderado por Romano Prodi.

Não é, por isso, difícil calcular o impacto que o PD poderá ter na actual vida política italiana. É conhecida a difícil coabitação existente entre o primeiro-ministro Prodi, cada vez menos popular, e a sua maioria no Senado, que é quase inexistente.

O novo PD poderá assumir posições opostas às que têm sido defendidas pelo Governo, pois caso decida ficar agarrado à "lealdade" não conseguirá impor uma nova linha política para o país. Veltroni deverá marcar a sua autonomia do Governo, sobretudo daquela esquerda radical, de que Romano Prodi depende ainda para ter a maioria parlamentar. A reforma eleitoral será o seu primeiro grande tema-desafio

[ Next Thread | Previous Thread | Next Message | Previous Message ]


Post a message:
This forum requires an account to post.
[ Create Account ]
[ Login ]
[ Contact Forum Admin ]


Forum timezone: GMT+0
VF Version: 3.00b, ConfDB:
Before posting please read our privacy policy.
VoyForums(tm) is a Free Service from Voyager Info-Systems.
Copyright © 1998-2019 Voyager Info-Systems. All Rights Reserved.