VoyForums
[ Show ]
Support VoyForums
[ Shrink ]
VoyForums Announcement: Programming and providing support for this service has been a labor of love since 1997. We are one of the few services online who values our users' privacy, and have never sold your information. We have even fought hard to defend your privacy in legal cases; however, we've done it with almost no financial support -- paying out of pocket to continue providing the service. Due to the issues imposed on us by advertisers, we also stopped hosting most ads on the forums many years ago. We hope you appreciate our efforts.

Show your support by donating any amount. (Note: We are still technically a for-profit company, so your contribution is not tax-deductible.) PayPal Acct: Feedback:

Donate to VoyForums (PayPal):

Login ] [ Main index ] [ Post a new message ] [ Search | Check update time | Archives: 12[3]45678 ]


[ Next Thread | Previous Thread | Next Message | Previous Message ]

Date Posted: 20:49:41 12/21/02 Sat
Author: Wall Barrionuevo
Subject: RUMO AO FUTURO

17:05:34 12/19/02 Thu

Pensei em um pronunciamento apenas no final de semana, período que tenho mais tempo para dedicar a tudo que gosto de fazer. Mas em visita a este espaço novamente o concurso Miss Paraná foi citado e quero tentar esclarecer o que motivou minha atitude de comentar fatos que não passaram despercebidos para muitos.

Sou colunista de um dos maiores jornais deste Estado (Folha de Londrina) e rara são às vezes que não abordo o assunto “concurso de beleza”. Tenho bagagem para fazer comentários com fundamento, sempre no intuito de enobrecer e nunca menosprezar – prefiro não escrever nada – fingir que não vi – que não fui – do que dar vazão a comentários. Trabalhei na “Rua das Noivas em São Paulo” como estilista, profissão que abriu inúmeras portas de davam acesso as passarelas dos concurso de misses. Em Maringá uma outra pessoa promovia o concurso, não se importando com o segmento da eleita no cenário estadual, tão pouco nacional.
Em 83 realizei, depois de 12 anos, o primeiro concurso oficial de miss no município. No Júri – Paulo Colnaghi, bem como sua Maria Carolina Portela Otto (Miss Brasil 82). Falar de dificuldade, nem precisa.
Até hoje realizo este evento sem qualquer apoio do poder público. Faço por que acredito na realização de sonhos. A dificuldade é muita... nossas misses já conquistaram passarelas internacionais, mas aqui, raramente uma linha na imprensa escrita, tão pouco, na falada. Muitas vezes minha mulher e filhas não têm um sapato novo, mas a Miss sim. Freqüentar academias – penso antes de permiti-las, mas a Miss sim. Quanto à estética, cabelo, maquiagem, unha... etc – para minhas filhas e esposa penso nos gastos, mas para a Miss sim. Lógico sem contar com despesas do vestido de noite, traslado, hospedagem, alimentação, convites e tudo que, se somados, nos faz refletir depois de uma amarga derrota se vale a pena...

Hoje a plástica dos meus concursos é a tônica do espetáculo. Não me importa em pagar um alto preço no aluguel de um espaço, mas este tem que atender as minhas exigências de dar condições de receber meus convidados com glamour e requinte. O cenário é caprichado condizente com o tema que sempre nos leva a uma reflexão. Minha equipe é cordial e imparcial, e é instruída a tratar as candidatas com respeitado a altura das celebridades internacionais. Todos os trajes utilizados pelas candidatas são oferecidos por mim, da sandália ao brinco, menos cabelo e maquiagem. Fazendo isto, quando a vencedora sai de Maringá, pensa encontrar algo mais glamuroso do que oferecemos aqui. Nem sempre é o que encontram e isto se reverte contra nós na forma de intensa cobrança.

Quanto ao Miss Paraná, em todos estes 10 anos que estou ao lado do Paulo, nunca fiz uma questionando o desempenho de minha candidata (o Júri sempre teve e terá soberania nas decisões). Muitas vezes apostei o que não tinha em uma Miss, e chegava lá – o brilho não vinha – e no ano seguinte estava lá de novo a procura do que passou por mim.

Na segunda, numa atitude invejável, digno de quem tem caráter para tomar esta atitude, recebi (não surpreso) uma ligação de Paulo Colnaghi. Tivemos uma conversa franca e demorada onde por diversas vezes relembramos nossas lutas para fazer deste Estado um referencial em concursos de beleza. Da minha parte foi impossível conter as lágrimas, pois estava falando para um “ídolo” coisas que poderiam macular nossa amizade e admiração mútua, cultivada em anos de feliz convivência. Disse-lhe das minhas decepções, e ele, como um irmão, também machucado com a minha atitude, confidenciou seu desejo de mudanças para os próximos eventos. Ficamos de conversar novamente, e isto acontecerá breve Caso isto aconteça pessoalmente tenho certeza que nos abraçaremos de forma tal que o abraço que desejei e não tive durante o a realização do concurso, será compensado.

A Miss Paraná 2003 para mim já é coisa do passado. Estarei, se Deus quiser, torcendo pelo Paraná no Miss Brasil. Penso agora nos eventos futuros que certamente sofrerão mudanças para amenizar o sofrimento e decepções dos que me cercam.

Perdoem-me o longo texto, mas precisa deste pronunciamento. Agradeço as manifestações de carinho recebi de boa parte dos visitantes deste ‘NOSSO ESPAÇO’.

Salve 2003!

[ Post a Reply to This Message ]

Replies:

Pois é! Hoje em dia concursos de Miss no Brasil só são para quem é fã deles, mesmo a maioria da população mostrar-se interessada nos resultados deles. O que sofremos hoje em dia é a falta de incentivo. Assim como Wall, tenho certeza que tanto a Gaeta quanto a Provita ou tantas outras têm muita dificuldade de realizá--los. Em 2001, foi organizado um concurso de Miss Alagoas onde Renata Fan foi a mestre de cerimônia. A vencedora era bem bonita mas não pode ir ao Miss Brasil este ano por falta de incentivo$, e Alagoas foi "brilhantemente" representado este ano por uma pernambucana. (NT) -- Vitor, 18:53:54 12/19/02 Thu

[ Next Thread | Previous Thread | Next Message | Previous Message ]


Forum timezone: GMT-4
VF Version: 3.00b, ConfDB:
Before posting please read our privacy policy.
VoyForums(tm) is a Free Service from Voyager Info-Systems.
Copyright © 1998-2019 Voyager Info-Systems. All Rights Reserved.