VoyForums
[ Show ]
Support VoyForums
[ Shrink ]
VoyForums Announcement: Programming and providing support for this service has been a labor of love since 1997. We are one of the few services online who values our users' privacy, and have never sold your information. We have even fought hard to defend your privacy in legal cases; however, we've done it with almost no financial support -- paying out of pocket to continue providing the service. Due to the issues imposed on us by advertisers, we also stopped hosting most ads on the forums many years ago. We hope you appreciate our efforts.

Show your support by donating any amount. (Note: We are still technically a for-profit company, so your contribution is not tax-deductible.) PayPal Acct: Feedback:

Donate to VoyForums (PayPal):

Login ] [ Main index ] [ Post a new message ] [ Search | Check update time | Archives: 123456[7]8 ]


[ Next Thread | Previous Thread | Next Message | Previous Message ]

Date Posted: 01:15:41 09/28/01 Fri
Author: Dil
Subject: O BRASIL NO MISS MUNDO E O MUNDO DO MISS BRASIL: Balanços e perspectivas de um "patinho feio" que ainda não virou "cisne"

Date Posted: 10:38:13 09/25/01 Tue


No Brasil, o Miss Mundo nunca teve, nem de longe, mesmo no auge do Miss Brasil, a cobertura, apoio e popularidade do Miss Universo.
Historicamente, a participação do Brasil no Miss Mundo é pouco significativa, apesar da vitória de Lucia Petterle em 1971.
No ranking Global Beauties, por exemplo, o Brasil está em 4o. lugar no Miss Universo, 8o. no Miss Beleza Internacional e 10o. no Miss Mundo.
Em 43 anos de participação no Miss Mundo, o Brasil conseguiu destacar-se 17 vezes em termos de resultados oficiais ou seja, praticamente 40% das nossas representantes "chegaram lá" enquanto no Miss U, isto equivale a 54% e no Miss Beleza Internacional a 51%.
O Miss Mundo é, portanto, o concurso onde, em termos gerais, o Brasil tem o pior desempenho, o "patinho feio" na história brasileira nos concursos de beleza internacionais.


Uma trajetória de 43 anos


O Brasil começa a participar no Miss Mundo em 1958 com Sonia Maria Campos, de Pernambuco. Sonia estreou bem, conseguindo ser semifinalista.

Nos anos 60, enquanto o Brasil fazia sucesso no Miss Universo, conseguimos apenas duas semifinalistas e duas finalistas no Miss Mundo. Maria Edilene Torreão (60) e Vera Lúcia Maia (63) foram as semifinalistas. Em 1964, com Maria Isabel de Avelar no 4o. lugar, tivemos a nossa primeira finalista, posição obtida também por Marluce Rocha em 1966.


Maria Isabel (64)


Nos anos 70 e 80, o Brasil começava a perder destaque no Miss Universo, mas foi o melhor período de participação do país no Miss Mundo.

A década de 70 foi a que apresentou melhores resultados:

1970: Sonia Yara Guerra - finalista (mas sem chegar a top 5)



1971: Lucia Tavares Petterlle - Miss Mundo

1973: Florence Alvarenga (MG) - semifinalista





1974: Mariza Sommer (DF) - semifinalista




1977: Madalena Sbaraini- 4a.colocada, favoritíssima e a mais votada na bolsa de apostas de Londres em toda a história do Miss Mundo, considerado então o mais belo rosto.


1979: Lea Silva Dall'Acqua - finalista (mas sem chegar a top 5)

Nos anos 80, as classificações do Brasil foram um pouco menor que na década anterior, mas ainda assim obtendo bons destaques:



1981: Maristella Grazzia - 5o. lugar




1983: Catia Silveira Pedrosa - 3o. lugar




1984: Adriana Alves de Oliveira - finalista (sem chegar a Top 3... as demais classificações não foram anunciadas)


1985: Leila Rosana Leal Bittencourt - semifinalista

Em meados dos 80´s o Brasil interrompeu sua melhor fase no Miss Mundo, até que em 1996, Anuska Prado chegou em 3o. lugar. Em 1998, Adriana Reis, eleita Miss Fotogenia, foi semifinalista.





Anuska e Adriana


A opção pelo Miss Beleza Internacional em detrimento do Miss Mundo

A partir de 60, a opção dos organizadores do Miss Brasil pelo Miss Universo e o Miss Beleza Internacional fica evidente quando optam por enviar a "Miss Brasil no. 2" para o Miss Beleza Internacional e as 3as. colocadas para o Miss Mundo. Isto acontece entre 1960 e 1965.
Em 1966, o Miss Beleza Internacional não é realizado e a 2a. colocada, a bela Marluce Rocha, vai para Londres. Não deu outra: a matogrossense conseguiu o 4o. lugar.

Talvez em função da vitória de Maria da Glória Carvalho no Miss Beleza Internacional em 1968, a opção de mandar a 3a. colocada para o Miss Mundo é novamente retomada a partir de 1969.

Entre 1970 e 1972 as 2as.colocadas voltam a ser enviadas para o Miss Mundo bem como em 1977/1978 e de 1981 a 1983. Em 1984, há dois concursos e Adriana Alves de Oliveira, Miss Brasil/Universo 81 vence e segue para o Miss Mundo. Não por acaso, esta é a última vez que o Brasil ganha destaque no Miss Mundo, um jejum de doze anos quebrado em 1996 com 3o lugar obtido por Anuska Prado.


Quando o "patinho feio" salva a pátria

É interessante constatar que o fraco desempenho do Brasil nos grandes concursos internacionais nos anos 90 (ao menos em termos de resultados oficiais), só é atenuado pela participação de Anuska Prado em 1996. Esta foi a melhor posição que o país alcançou nos grandes concursos desde o ... 3o. lugar de Cátia Pedrosa em 1983, também no Miss Mundo.
Enfim, nos últimos 18 anos, o melhor que o Brasil conseguiu nos concursos internacionais foram estes dois 3os. lugares no Miss Mundo, apesar do pouco prestígio do concurso no país e de todo o resto que já sabemos sobre os problemas do Miss Brasil.

E em 2001?

Para muitos, o Miss Mundo é hoje o mais importante concurso de beleza do mundo, em quantidade e qualidade de candidatas, além de privilegiar um lado muito mais "fashion" do que o Miss Universo. No mínimo, hoje realmente o Miss Mundo divide a hegemonia dos concursos com o Miss Universo. Ambos, com ênfases distintas e atendendo a geopolíticas com olho no mercado, procuram mulheres que sejam algo além de belas.
Isto significa cosmopolitismo, capital informacional, profissionalismo e desenvoltura capazes de darem conta de um mundo globalizado.

E o Miss Brasil Mundo 2001?

Uma incógnita.
Pouco se sabe sobre o concurso o Miss Brasil Mundo. Algumas candidatas são conhecidas na Internet ou já foram vistas na disputa da Miss Brasil em março.
A opção por realizar este concurso fora da eleição do Miss Brasil não ficou suficientemente clara para o público em geral.
Talvez possa ser um teste sobre as possibilidades do Miss Brasil em locais onde aparentemente o concurso tem mais público do que no Rio ou em São Paulo.
Esperamos ( e torcer é o que nos resta) que de Jaboatão saia, 30 anos depois de Lucia Petterle, a 2a. Miss Mundo brasileira.
Se não for o caso, uma bela candidata que se destaque como Francine Eickemberg ano passado, mas tenha também o reconhecimento oficial de uma Anuska Prado.
Resta saber se mulheres com o perfil do Miss Mundo (ou mesmo do Miss Universo) procuram hoje, no Brasil, os concursos de miss.
Quem sabe o "patinho feio" comece a virar "cisne" (até porque o tuiuiú já voou este ano)...
Um abraço e boa sorte às candidatas ao Miss Brasil Mundo.
Que vença realmente a melhor...

Obrigado a Arthur e Beto pelos comentários

fotos: Global Beauties e MBMB

[ Post a Reply to This Message ]

Replies:
Muito bem escrito! Obrigado, Dil: esta reportagem eh excelente. (NT) -- Jimmy S., 10:45:48 09/25/01 Tue
Jimmy, obrigado. É bom saber da sua presença no MBMB! Luiz Ricardo, agradeço muito seus oportunos comentários! (NT) -- Dil, 10:53:19 09/25/01 Tue

[ Next Thread | Previous Thread | Next Message | Previous Message ]


Forum timezone: GMT-4
VF Version: 3.00b, ConfDB:
Before posting please read our privacy policy.
VoyForums(tm) is a Free Service from Voyager Info-Systems.
Copyright © 1998-2019 Voyager Info-Systems. All Rights Reserved.