VoyForums
[ Show ]
Support VoyForums
[ Shrink ]
VoyForums Announcement: Programming and providing support for this service has been a labor of love since 1997. We are one of the few services online who values our users' privacy, and have never sold your information. We have even fought hard to defend your privacy in legal cases; however, we've done it with almost no financial support -- paying out of pocket to continue providing the service. Due to the issues imposed on us by advertisers, we also stopped hosting most ads on the forums many years ago. We hope you appreciate our efforts.

Show your support by donating any amount. (Note: We are still technically a for-profit company, so your contribution is not tax-deductible.) PayPal Acct: Feedback:

Donate to VoyForums (PayPal):

20/01/21 19:42:21Login ] [ Contact Forum Admin ] [ Main index ] [ Post a new message ] [ Search | Check update time | Archives: 12[3]456789 ]
Subject: Bufaria e Queixinhas


Author:
António Vilarigues
[ Next Thread | Previous Thread | Next Message | Previous Message ]
Date Posted: 6/07/07 21:55:39

Na madrugada de 25 de Abril de 1974, e no dia seguinte, uma das preocupações centrais da polícia política do regime fascista foi destruir a lista nominal dos bufos. Aliás esse foi dos poucos documentos que a PIDE/DGS queimou. Eram mais de 25.000 os informadores espalhados pelo país (a que havia que somar, a Legião Portuguesa, as forças policiais, chefias da Mocidade Portuguesa, etc.). Como o fascismo apenas reconhecia a existência de cerca de 1 milhão e meio de eleitores (logo no primeiro recenseamento democrático o número passou para mais de 6 milhões!!!), dava qualquer coisa como um bufo para cada 50 cidadãos “politicamente activos”. Bufos esses de que a PIDE mantinha um arquivo com as suas actividades descritas ao pormenor. Mas onde apenas constavam os seus pseudónimos. Daí o queimar apressado. Bufos que apenas eram conhecidos dos respectivos chefes. Cada chefe de brigada, sub-inspector ou inspector tinha a sua própria rede, desconhecida dos demais.


Passado poucos anos muitos ex-PIDEs e ex-bufos eram chamados pelo regime democrático a integrar serviços da República onde poderiam aplicar as suas conhecidas “competências”. E os relatórios elaborados por esses serviços eram (e são) remetidos diária, semanal e mensalmente a quem nos governa. Ano após ano. E aí voltou a surgir o conceito de “inimigo interno”. Do que se tratava (trata)? De comunistas e seus aliados, sindicatos, associações de estudantes, comissões de trabalhadores, organizações sociais as mais diversas, etc., etc., etc. Explicitamente referidos como tal. E não consta que qualquer governante tenha mandado corrigir esta situação.


Este caldo de cultura herdado de 48 anos de ditadura fascista ajuda a explicar muita coisa que se passa nos nossos dias.


Está na moda a bufaria e os queixinhas. Por si só daí não viria mal ao mundo. Delatores e sabujos de toda a ordem sempre houveram desde o dealbar dos tempos. E continuarão a existir. O problema está em quem os escuta lhes dá atenção e procede em conformidade.


O mal não está nos denunciantes de Charruas e outros quejandos. As acções ficam com quem as pratica, costuma dizer a sabedoria popular. O grave é o silêncio cúmplice de quem manda e de quem decide. Porque se cala a ministra da Educação? Porque pune Correia de Campos? Porque assobia para o lado José Sócrates? Nem Cavaco Silva, nem Mário Soares, nem a reacção da opinião pública e da opinião publicada (coincidentes pelo menos uma vez), os parece demover.


Nos meus tempos de instrução primária, no Colégio Príncipe Perfeito, no lisboeta bairro de Alcântara, os e as “queixinhas” estavam tramados. A professora Aida Alvarenga, não só não lhes ligava nenhuma, como ainda ganhavam como prémio uma dúzia de reguadas com uma palmatória de 2cm. Ou, em alternativa, umas orelhas de burro. Não defendo estes violentos métodos pedagógicos. Que fique claro. O que interessa aqui é sublinhar a aversão, num país cheio de bufos, aos “queixinhas”. Aversão que se prolongou, com raras excepções de alguns professores, pelos 7 anos de liceu.


Pelos vistos hão quem tenha tido outra formação, acoitando e estimulando (organizando?) a bufaria. Esquecendo porém que “O Povo é quem mais Ordena”!

[ Next Thread | Previous Thread | Next Message | Previous Message ]


Post a message:
This forum requires an account to post.
[ Create Account ]
[ Login ]
[ Contact Forum Admin ]


Forum timezone: GMT+0
VF Version: 3.00b, ConfDB:
Before posting please read our privacy policy.
VoyForums(tm) is a Free Service from Voyager Info-Systems.
Copyright © 1998-2019 Voyager Info-Systems. All Rights Reserved.