VoyForums
[ Show ]
Support VoyForums
[ Shrink ]
VoyForums Announcement: Programming and providing support for this service has been a labor of love since 1997. We are one of the few services online who values our users' privacy, and have never sold your information. We have even fought hard to defend your privacy in legal cases; however, we've done it with almost no financial support -- paying out of pocket to continue providing the service. Due to the issues imposed on us by advertisers, we also stopped hosting most ads on the forums many years ago. We hope you appreciate our efforts.

Show your support by donating any amount. (Note: We are still technically a for-profit company, so your contribution is not tax-deductible.) PayPal Acct: Feedback:

Donate to VoyForums (PayPal):

9/12/19 16:38:11Login ] [ Contact Forum Admin ] [ Main index ] [ Post a new message ] [ Search | Check update time | Archives: 123[4]56789 ]
Subject: ONU quer mais resultados na luta contra a pobreza


Author:
Pedro Chaveca
[ Next Thread | Previous Thread | Next Message | Previous Message ]
Date Posted: 2/07/07 14:01:38
In reply to: Guilherme Statter 's message, "Comentadores mal informados? Ou escrita para preencher espaço?" on 14/06/07 19:45:51

O relatório que hoje é apresentado em Genebra pelo secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, revela que foram feitos bastantes progressos desde a Cimeira do Milénio em 2000, ano em que foram assumidos os Objectivos de Desenvolvimento do Milénio (ODM). Contudo ainda existe muito caminho a percorrer até 2015, a data escolhida para apresentação de resultados finais na luta contra a pobreza mundial.
“Os resultados apresentados neste relatório sugerem que foram obtidos alguns avanços e o sucesso ainda é possível em grande parte do mundo”, escreveu o sul-coreano no prefácio do relatório. “Mas também apontam para o muito que continua por fazer”, concluiu.
O relatório baseou-se num conjunto de dados preparados por 20 organizações, como o Banco Mundial e a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) e segundo fonte ligada à ONU, “é o levantamento global mais abrangente dos ODM até à data”.
Há sete anos na Cimeira do Milénio, que teve lugar na sede das Nações Unidas em Nova Iorque, foram assumidos vários compromissos por vários países do mundo.
Os objectivos pré-estabelecidos são oito: a erradicação da pobreza extrema e da fome; a universalização do ensino primário; a promoção da igualdade de género e a capacitação das mulheres; a redução da mortalidade infantil; a melhoria da saúde materna; o combate ao VIH/SIDA, malária e outras doenças; a sustentabilidade ambiental; e a criação de uma parceria global para ao desenvolvimento.
África: o lento despertar
Como seria de esperar houve áreas onde os progressos foram mais visíveis do que noutras. Em 14 anos o número de pessoas que vive com menos de 80 cêntimos por dia baixou 32 por cento. De 1.25 mil milhões em 1990 passou-se para 980 milhões em 2004.
No relatório é referido que se esta tendência se mantiver “a meta de redução da pobreza dos ODM será atingida pelo mundo no seu conjunto e pela maior parte das regiões”.
A parte boa do relatório e portanto a mais optimista sublinha que mesmo em “regiões onde os desafios são maiores”, como a África sub-sariana ou a Ásia, apresentam uma taxa de pobreza “estabilizada”, que em sete anos desceu quase seis por cento.
É precisamente de África que vêm algumas das melhores notícias. Segundo o relatório são vários os países africanos que estão a demonstrar um progresso rápido e em larga escala, “fruto de lideranças politicas fortes, políticas consistentes e estratégias práticas para promover investimentos públicos associados a apoio financeiro e técnico por parte da comunidade internacional”.
No caso da Ásia, o rápido crescimento económico também colocou esta região perto dos ODM, embora a parte ocidental deste continente esteja entre as regiões mais fustigadas pela pobreza e clivagens sociais.
Outro progresso assinalado foi o aumento de matrículas no ensino primário – para o qual contribuiu a abolição das propinas. A luta das mulheres pela igualdade de direitos também ganhou terreno, fruto do seu envolvimento na política e nos governos dos seus países.
SIDA continua e continuará a matar
A mortalidade infantil diminuiu em tudo o mundo, em grande parte devido às inervenções eficazes e de baixo custo. As epidemias de malária foram drasticamente reduzidas e a tuberculose também está em declínio, contudo os valores ainda estão longe dos parâmetros dos ODM.
Por fim, têm havido progressos no âmbito das energias sustentáveis, mas por outro lado a emissão de gases de estufa não tem parado de subir, o que torna este objectivo num dos mais difíceis de ser alcançado.
No lado mais negro deste relatório continua o flagelo das mulheres que morrem vítimas de complicações associadas à gravidez e ao parto, números que rondam o meio milhão de vítimas por ano. Outra das grandes derrotas da ONU prende-se com o número de mortes de infectados com SIDA, que aumentou de 2.2 milhões em 2001 para 2.9 milhões em 2006. Um drama que tornou 15 milhões de crianças órfãs de pelo menos um dos pais e que segundo alguns estudos é um cenário que tende a piorar.
Ban Ki-moon acredita que o pouco sucesso nalgumas áreas se deve à falta de uma repartição equilibrada dos benefícios vindos do crescimento económico e aponta ainda o dedo aos países que deviam ter por missão ajudar os mais desfavorecidos e continuam a não cumprir os seus compromissos: “A falta de qualquer aumento significativo da Assistência Oficial ao Desenvolvimento desde 2004 torna impossível, mesmo para os países bem governados, alcançar os ODM”.
O responsável da ONU tenta assim lançar mais um apelo às nações mais ricas que na cimeira de Gleneagles, em 2005, se comprometeram a duplicar a ajuda a África até 2010, mas cujo resultado prático foi precisamente a redução desse auxílio. “Não restam dúvidas de que é necessário que os líderes políticos tomem medidas urgentes e concertadas”.

[ Next Thread | Previous Thread | Next Message | Previous Message ]

Replies:
Subject Author Date
Re: ONU quer mais resultados na luta contra a pobrezaRelatório das ONU sobre a distribuição da riqueza 2/07/07 16:21:59


Post a message:
This forum requires an account to post.
[ Create Account ]
[ Login ]
[ Contact Forum Admin ]


Forum timezone: GMT+0
VF Version: 3.00b, ConfDB:
Before posting please read our privacy policy.
VoyForums(tm) is a Free Service from Voyager Info-Systems.
Copyright © 1998-2019 Voyager Info-Systems. All Rights Reserved.