VoyForums
[ Show ]
Support VoyForums
[ Shrink ]
VoyForums Announcement: Programming and providing support for this service has been a labor of love since 1997. We are one of the few services online who values our users' privacy, and have never sold your information. We have even fought hard to defend your privacy in legal cases; however, we've done it with almost no financial support -- paying out of pocket to continue providing the service. Due to the issues imposed on us by advertisers, we also stopped hosting most ads on the forums many years ago. We hope you appreciate our efforts.

Show your support by donating any amount. (Note: We are still technically a for-profit company, so your contribution is not tax-deductible.) PayPal Acct: Feedback:

Donate to VoyForums (PayPal):

19/01/21 19:06:13Login ] [ Contact Forum Admin ] [ Main index ] [ Post a new message ] [ Search | Check update time | Archives: 1234[5]6789 ]
Subject: Um exemplo de comunismo, a china, o PCP que esteja atento!


Author:
atento socialista.
[ Next Thread | Previous Thread | Next Message | Previous Message ]
Date Posted: 25/05/07 13:02:58
In reply to: JONATHAN WATTS 's message, "Euforia do capitalismo popular" on 25/05/07 8:52:22

>Antes de a Bolsa abrir as portas, às 09.00, Yang
>Jingshan fazia fila para se separar de uma enorme
>fatia das suas poupanças e de muita da bagagem
>ideológica da juventude. Seguindo o conselho da filha,
>o gerente de loja de Pequim, de 50 anos, juntou-se à
>vaga matinal de especuladores com a missão de comprar
>as suas primeiras acções. A agitar o papel de registo
>no meio da multidão que se empurra e acotovela, Yang
>abriu uma conta individual na qual planeia investir
>100 000 yuan (9 600 euros).
>
>Uma decisão destas seria impensável durante a sua
>juventude. Na Revolução Cultural de 1966-76, a simples
>menção de um tal comportamento capitalista teria
>levado à denúncia pública, prisão ou mesmo à morte. Na
>China actual, são aqueles que não especulam quem sente
>que estão a ficar para trás, com as bolsas a emergir
>entre o frenesim da compra de títulos. Nos edifícios
>das bolsas, em sítios da Internet e através dos
>telemóveis, são milhões os que jogam no mercado de
>acções.
>
>"O mercado das acções está a portar-se tão bem que
>toda a gente em Pequim está excitada. É por isso que
>estou a investir", disse Yang. "Não sei muito do
>assunto, mas irei ouvir e aprender com os mais
>experientes."
>
>Mesmo pelos padrões da economia mundial com o
>crescimento mais rápido, os valores das acções estão a
>subir para um nível estonteante - assim como os riscos
>para os investidores novatos como Yang. Desde Janeiro,
>o índice Xangai Composite ganhou 50% no seguimento de
>uma subida de 130% no ano passado. Apesar dos receios
>de se poder estar a formar uma bolha, os recordes caem
>quase todos os dias. E o volume de negócios na China é
>maior que em todo o resto da Ásia junto.
>
>O impacto social é imenso. O supercrescimento na China
>está a ser alimentado pelos investidores individuais.
>As pessoas estão a comprar acções para os seus fundos
>de reforma, os estudantes especulam para pagar os
>estudos e as donas de casa pedem empréstimos para
>aumentar as carteiras de acções da família.
>
>Riscos de uma 'bolha'
>
>Em 2006, o número de contas de acções saltou de 65
>milhões para 95 milhões, enquanto cada vez mais
>pessoas perseguem o sonho do enriquecimento rápido. Só
>a 8 de Maio foram abertas 370 000 novas contas - o
>equivalente a quase metade do total de todo o ano
>passado.
>
>Apesar da sua reputação de país de aforristas
>cautelosos, a China está a assistir a uma imensa fuga
>de capital dos depósitos seguros para as acções de
>risco. A lógica para a mudança é clara. As taxas de
>juro dos bancos são, muitas vezes, 3% mais baixas do
>que a taxa da inflação, por isso o dinheiro perde
>valor. No entanto, o valor das acções triplicou em
>menos de dois anos.
>
>Até agora, quase toda a gente é ganhadora. Os jornais
>locais estão cheios de histórias de fortunas
>instantâneas e especulações gigantescas. No Ocidente,
>o Chongqing Morning Post proclamou uma antiga
>empregada de limpeza de 60 anos como a "deusa das
>acções" porque duplicou o investimento que fez de 20
>000 yuan em dois meses.
>
>Apesar dos fortes lucros empresariais, as autoridades
>estão cada vez mais preocupadas com a hipótese de se
>estar a formar uma 'bolha' que possa rebentar de
>repente. Recentemente, o governador do banco central,
>Zhou Xiaochu, expressou publicamente a sua
>"preocupação" com a subida abrupta nos preços das
>acções, o que levou a comissão reguladora de segurança
>a ordenar aos corretores que instruíssem os clientes
>sobre o risco.
>
>Poderão estar para vir medidas mais duras. O conselho
>de Estado consultou economistas sobre a possibilidade
>de um novo imposto sobre os ganhos de capital. O
>Instituto de Pesquisa macroeconómica, um dos
>consultores líderes do governo, pediu um aumento das
>taxas de juro. Segundo os analistas, quanto mais estas
>medidas de arrefecimento forem atrasadas, maiores
>serão os potenciais estragos originados por uma
>correcção.
>
>Os mais pessimistas afirmam que a estabilidade social
>está em risco porque milhões de pessoas estão expostas
>ao choque de uma queda brusca. "Os investidores do
>continente estão prestes a aprender uma dolorosa lição
>de que os preços das acções não chegam ao céu e de que
>nem toda a gente pode ser rica", escreveu Andy Xie no
>South China Morning Post. "Se a bolha crescer durante
>mais um ano ou dois, a procura insustentável pode
>tornar-se demasiado grande para uma aterragem suave...
>Isto acabará por desestabilizar o país."
>
>Confiança nas Olimpíadas
>
>Já houve colapsos no passado recente. O risco esteve à
>vista a 27 de Fevereiro, quando um soluço de 800
>triliões de yuan nos mercados chineses foi culpado da
>liquidação em todo o mundo.
>
>Contudo, o optimismo continua sólido, em parte porque
>há uma crença de que o Governo não irá permitir uma
>queda antes dos Jogos Olímpicos. O director da Bolsa
>de Pequim disse que o mercado ainda tinha muito espaço
>para crescer. "Não estou preocupado com o
>sobreaquecimento. Provavelmente só existem cerca de 50
>milhões de pessoas a negociar na China."
>
>"Sim, já ouvi os avisos dos peritos e do Governo",
>disse Yang . "Mas acredito que nada de mau irá
>acontecer antes dos Jogos Olímpicos."

[ Next Thread | Previous Thread | Next Message | Previous Message ]


Post a message:
This forum requires an account to post.
[ Create Account ]
[ Login ]
[ Contact Forum Admin ]


Forum timezone: GMT+0
VF Version: 3.00b, ConfDB:
Before posting please read our privacy policy.
VoyForums(tm) is a Free Service from Voyager Info-Systems.
Copyright © 1998-2019 Voyager Info-Systems. All Rights Reserved.