VoyForums
[ Show ]
Support VoyForums
[ Shrink ]
VoyForums Announcement: Programming and providing support for this service has been a labor of love since 1997. We are one of the few services online who values our users' privacy, and have never sold your information. We have even fought hard to defend your privacy in legal cases; however, we've done it with almost no financial support -- paying out of pocket to continue providing the service. Due to the issues imposed on us by advertisers, we also stopped hosting most ads on the forums many years ago. We hope you appreciate our efforts.

Show your support by donating any amount. (Note: We are still technically a for-profit company, so your contribution is not tax-deductible.) PayPal Acct: Feedback:

Donate to VoyForums (PayPal):

14/12/19 18:10:58Login ] [ Contact Forum Admin ] [ Main index ] [ Post a new message ] [ Search | Check update time | Archives: 1234567[8]9 ]
Subject: a mao invisivel


Author:
dn 25/1
[ Next Thread | Previous Thread | Next Message | Previous Message ]
Date Posted: 25/01/07 19:05:55

O mercado livre é que é bom... imaginemos só o que Bruxelas não desmonta.

----------------------------------------------------------

Bruxelas desmonta cartel e impõe multa de 750 milhões a 11 empresas



Cátia Almeida

A Comissão Europeia (CE) multou um grupo de 11 empresas em 750 milhões de euros por participar num cartel em projectos de produção de interruptores de isolamento gasoso, usados para o controlo das correntes de energia nas redes eléctricas. ABB, Alstom, Areva, Fuji, Hitachi Japão, AE Power Systems, Mitsubishi Electric Corporation, Schneider, Siemens, Toshiba e VA Tech são as empresas envolvidas por alegada prática de actos ilegais desde 1988.

A ABB acabou por conseguir a imunidade à sanção (de 215 milhões de euros), por ter tomado a iniciativa de denunciar a situação. Thomas Schmidt, responsável pela comunicação global do grupo, explicou ao DN que tudo começou em Maio de 2004. "A ABB descobriu ilegalidades em actos de alguns funcionários. As autoridades foram de imediato contactadas e a administração disponibilizou-se para cooperar em toda a investigação".

Sem dar informação mais específica, Schmidt afirmou que a acção abrangeu "um número limitado de colaboradores, alguns dos quais tiveram de abandonar o grupo em vários países". O responsável da ABB destacou que a empresa tem "tolerância zero" para práticas deste tipo, tendo providenciado toda a informação que deu origem à desmontagem do cartel.

De acordo com a CE, o valor da multa é o mais elevado para um único cartel, sendo a coima imposta à Siemens Alemanha a mais alta para um só empresa (ver caixa). Na origem das sanções estão práticas ilegais, ocorridas entre 1988 e 2004, destas companhias, que actuavam em "parceria" em concursos públicos, fixavam os preços, atribuíam projectos umas às outras, partilhavam mercados e trocavam informação comercial e confidencial.

"A Comissão Europeia pôs fim a um cartel que enganou os consumidores e as companhias públicas de bens de consumo essenciais durante mais de 16 anos", afirmou a comissária da Concorrência, Neelie Kroes, num comunicado de imprensa.

A CE concluiu que as empresas estavam efectivamente envolvidas num cartel com base em inúmeros documentos fornecidos pela ABB e por informações recolhidas em "inspecções-surpresa".

Os interruptores com isolamento gasoso são pesados equipamentos eléctricos usados no controlo das correntes de energia das redes eléctricas.

[ Next Thread | Previous Thread | Next Message | Previous Message ]


Post a message:
This forum requires an account to post.
[ Create Account ]
[ Login ]
[ Contact Forum Admin ]


Forum timezone: GMT+0
VF Version: 3.00b, ConfDB:
Before posting please read our privacy policy.
VoyForums(tm) is a Free Service from Voyager Info-Systems.
Copyright © 1998-2019 Voyager Info-Systems. All Rights Reserved.