VoyForums
[ Show ]
Support VoyForums
[ Shrink ]
VoyForums Announcement: Programming and providing support for this service has been a labor of love since 1997. We are one of the few services online who values our users' privacy, and have never sold your information. We have even fought hard to defend your privacy in legal cases; however, we've done it with almost no financial support -- paying out of pocket to continue providing the service. Due to the issues imposed on us by advertisers, we also stopped hosting most ads on the forums many years ago. We hope you appreciate our efforts.

Show your support by donating any amount. (Note: We are still technically a for-profit company, so your contribution is not tax-deductible.) PayPal Acct: Feedback:

Donate to VoyForums (PayPal):

Login ] [ Contact Forum Admin ] [ Main index ] [ Post a new message ] [ Search | Check update time | Archives: 1[2]34 ]


[ Next Thread | Previous Thread | Next Message | Previous Message ]

Date Posted: 09:49:19 05/02/05 Mon
Author: Rita C Augusto
Subject: Semana 10- Teorias de cognição


UFMG – PosLin
DISCIPLINA: LIG 905 Seminário de Tópico Variável de Lingüística Aplicada - Professora Vera Menezes – 2005/1

Aluno: Rita de Cássia Augusto
Semana 10: 2 a 6 de maio - Abordagens Cognitivas

MITCHELL, R; MYLES, F. Cognitive approaches to second language learning. In: MITCHELL, R; MYLES, F. Second language learning theories. London: Arnold, 2004. p. 95-130

ELLIS, N. Cognitive approaches to SLA. Annual Review of Applied Linguistics. v. 19. p. 22-42. 1999.



Mitchel e Myles abordam a questão da abordagem cognitiva para a SLA. Os autores fazem uma distinção entre Distinção dois grupos de cognitivistas: Lingüistas que adotam a abordagem processual e lingüistas que adotam a abordagem construtivista ou emergentista.
A abordagem processual investiga a forma como o aprendiz processa o insumo lingüístico que recebe enquanto que a abordagem emergentista ou construtivista entende o processo de aprendizagem como um todo.

Mitchel e Myles situam o trabalho de Anderson e McLaughlin. Ancorando-se na psicologia McLaughlin elaborou o conceito de automatização, segundo o qual o aprendiz parte de uma aprendizagem controlada que via repetição se automatizará. A automatização também é um dos pilares de sustentação do modelo ACT de Anderson. Anderson faz uma distinção entre o conhecimento declarativo, aquele que o aprendiz sabe dizer sobre ele, e o conhecimento procedural , aquele conhecimento que o aprendiz coloca em prática

Ainda sob a perspectiva cognitiva processual Mitchel e Myles citam o trabalho de Pienemann (1998) cujo tema central é a teoria da processabilidade que postula que o aprendiz possui e usa mecanismos computacionais no processo de SLA. Pienemann defende a hipótese de uma rota rígida para a aprendizagem, isto é, uma estrutura só é aprendida após outra o ter sido.

No paradigma emergentistas ou construcionistas Mitchel e Myles situam os trabalhos que abordam o conexionismo. O conexionismo é uma teoria de SLA cujo principio chave é a hipótese de que a aprendizagem se dá através de associações que acontecem numa rede neural do cérebro

Nick Ellis também discorre sobre as abordagens cognitivas para SLA. Ellis destaca que o interesse maior dos cognitivistas é investigar o surgimento dos padrões de regularidade da sintaxe . Ellis pontua que os conexionistas estão preocupados em estabelecer, através de redes neurais artificiais, um paralelo entre o cérebro humano e o computador

[ Next Thread | Previous Thread | Next Message | Previous Message ]

[ Contact Forum Admin ]


Forum timezone: GMT-8
VF Version: 3.00b, ConfDB:
Before posting please read our privacy policy.
VoyForums(tm) is a Free Service from Voyager Info-Systems.
Copyright © 1998-2019 Voyager Info-Systems. All Rights Reserved.