VoyForums
[ Show ]
Support VoyForums
[ Shrink ]
VoyForums Announcement: Programming and providing support for this service has been a labor of love since 1997. We are one of the few services online who values our users' privacy, and have never sold your information. We have even fought hard to defend your privacy in legal cases; however, we've done it with almost no financial support -- paying out of pocket to continue providing the service. Due to the issues imposed on us by advertisers, we also stopped hosting most ads on the forums many years ago. We hope you appreciate our efforts.

Show your support by donating any amount. (Note: We are still technically a for-profit company, so your contribution is not tax-deductible.) PayPal Acct: Feedback:

Donate to VoyForums (PayPal):

Login ] [ Contact Forum Admin ] [ Main index ] [ Post a new message ] [ Search | Check update time | Archives: 1[2]34 ]


[ Next Thread | Previous Thread | Next Message | Previous Message ]

Date Posted: 02:28:30 04/25/05 Mon
Author: Tatiana Diello
Subject: Semana 9: Gramática Universal

UFMG
PosLin
DISCIPLINA: LIG 905 Seminário de Tópico Variável de Lingüística Aplicada – 2005/1o
Professora: Vera Menezes.
Aluna: Tatiana Diello Borges.
Semana 9 (25 a 29.04).
Gramática Universal.


Mitchell e Myles tratam da questão da Gramática Universal ao longo do capítulo 3 do livro Second Language Learning Theories.
A abordagem da GU foi desenvolvida pelo lingüista americano Noam Chomsky e é, essencialmente, uma teoria de aquisição de primeira língua. Entretanto, tal abordagem tem exercido uma forte influência na pesquisa voltada para a aquisição de segunda língua e tem, também, inspirado a elaboração de uma grande e rica quantidade de estudos, artigos e livros na aprendizagem de L2, tanto empírica quanto teórica.
Tal abordagem argumenta que todos os seres humanos herdam um conjunto universal de princípios e parâmetros, os quais controlam a forma que as línguas humanas podem ter e possibilitam que estas sejam similares umas às outras.
Um dos princípios da GU é o structure-dependency. Este clama que a língua é organizada de tal maneira que esta crucialmente depende das relações estruturais entre os elementos de uma sentença, tais como: palavras, morfemas, dentre outros. Este conhecimento de que as línguas são structure-dependent é um aspecto muito importante de todas as línguas humanas e o qual tem muitas implicações; é um princípio da Gramática Universal que explica muitas das operações que habitualmente realizamos na língua.
No que se refere aos parâmetros da GU estes existem em função do fato de que todas as línguas não se comportam da mesma maneira em termos de suas propriedades estruturais. Um dos parâmetros que determina uma das formas que as línguas podem variar é o chamado head parameter. De acordo com este, cada frase apresenta um elemento central chamado head e uma das dimensões que as línguas variam está relacionada à posição deste em relação aos outros elementos dentro da frase chamados de complementos.
Os autores, em um segundo momento, tratam explicitamente da questão da Gramática Universal e sua relação com a aquisição de primeira e segunda língua. No que se refere à aprendizagem de L1, constata-se que o modelo de aquisição baseado em princípios e parâmetros possibilita uma explicação do porquê as crianças aprenderem a língua-materna de uma maneira tão rápida e, aparentemente, sem esforços. Conforme este modelo, as crianças já sabem que as sentenças são compostas por frases constituídas de um elemento central (head) e de um complemento e, assim, não têm que realizar muito esforço para aprender. O que elas não sabem, por outro lado, é a ordem precisa destes elementos encontrados em suas próprias línguas. Nesse sentido, precisam de um input lingüístico para que possam assimilar esta regra.
No tocante à aquisição de L2 a grande pergunta, no passado, era se a Gramática Universal encontrava-se disponível ou não para os aprendizes de segunda língua. Várias e distintas foram as tentativas de explicações para esta pergunta as quais permanecem, até hoje, sem conclusões. Entretanto, atualmente, de uma maneira mais sábia, o que tem se tentado responder são questões mais específicas, tais como: (1) quais são os sub-componentes da GU que podem estar disponíveis ou não para estes alunos de L2; (2) como a Gramática Universal interage com outros módulos envolvidos na aprendizagem de línguas; e, (3) o papel desempenhado pelos ambientes da primeira língua.
Mitchell e Myles finalizam o capítulo argumentando que um dos principais interesses da Gramática Universal no que se refere à pesquisa em aprendizagem de L2 é fornecer uma framework descritiva e detalhada que possibilite os pesquisadores formularem hipóteses bem-definidas a respeito da tarefa executada pelos aprendizes de segunda língua e analisarem o aluno de línguas de uma maneira mais focada.

[ Next Thread | Previous Thread | Next Message | Previous Message ]

[ Contact Forum Admin ]


Forum timezone: GMT-8
VF Version: 3.00b, ConfDB:
Before posting please read our privacy policy.
VoyForums(tm) is a Free Service from Voyager Info-Systems.
Copyright © 1998-2019 Voyager Info-Systems. All Rights Reserved.