VoyForums
[ Show ]
Support VoyForums
[ Shrink ]
VoyForums Announcement: Programming and providing support for this service has been a labor of love since 1997. We are one of the few services online who values our users' privacy, and have never sold your information. We have even fought hard to defend your privacy in legal cases; however, we've done it with almost no financial support -- paying out of pocket to continue providing the service. Due to the issues imposed on us by advertisers, we also stopped hosting most ads on the forums many years ago. We hope you appreciate our efforts.

Show your support by donating any amount. (Note: We are still technically a for-profit company, so your contribution is not tax-deductible.) PayPal Acct: Feedback:

Donate to VoyForums (PayPal):

9/12/19 16:27:35Login ] [ Contact Forum Admin ] [ Main index ] [ Post a new message ] [ Search | Check update time | Archives: 123[4]56789 ]
Subject: China: Governo chinês decide intervir após resgate de 548 escravos


Author:
Angola Press
[ Next Thread | Previous Thread | Next Message | Previous Message ]
Date Posted: 17/06/07 9:34:54
In reply to: CATARINA VASQUES RITO 's message, "China adere em massa à banda larga este ano" on 16/06/07 10:44:05

China: Governo chinês decide intervir após resgate de 548 escravos


Pequim, 16/06 - O total de escravos resgatados em fábricas de tijolos do centro da China nos últimos dias chegou hoje, sábado, a 548, e o Governo central decidiu intervir no escândalo, iniciando uma investigação na busca de novos casos.

As autoridades da província de Henan, onde eram sequestrados muitos dos escravos, e Shanxi, onde ficam as fábricas, já inspecionaram mais de dois mil e 500 locais. A operação policial mobiliza quase 50 mil agentes.

Até ao momento foram detidas 158 pessoas por sua relação com as máfias de sequestro e venda de escravos, especialmente na província de Henan. Em Shanxi, policias e políticos são acusados de permitir a actividade em troca de subornos.

Após 10 dias de crescentes escândalos, o Ministério do Trabalho e Previdência Social anunciou sexta-feira a criação de uma equipa de investigação nacional. Segundo o vice-ministro Sun Baoshu, a equipa "encontrará a verdade o mais cedo possível e vai resgatar trabalhadores que tenham sido escravizados".

Além disso, a partir de hoje o Governo oferece uma recompensa de 20 mil iuanes (dois mil e 500 dólares) a quem oferecer informações sobre o paradeiro de Heng Tinghan, o capataz da primeira fábrica onde foram encontrados "escravos do tijolo", no fim de Maio.

Na fábrica trabalhavam 32 pessoas em condições desumanas, alimentadas a pão e água. Um dos escravos morreu espancado pelos guardas quando tentava fugir.

O principal líder comunista do povoado onde fica a fábrica, Wang Dongji, está a ser investigado. A instalação era propriedade de seu filho, Wang Bingbing, já detido.

Os casos têm comovido a sociedade chinesa. Muitos dos escravos eram menores de idade, deficientes mentais ou idosos, de até 70 anos, e trabalhavam à força.

Acredita-se que pelo menos mil crianças trabalham em regime de escravidão. Elas são vendidas por 65 dólares aos donos das fábricas.

[ Next Thread | Previous Thread | Next Message | Previous Message ]

Replies:
Subject Author Date
China ultrapassa Alemanha na produção automóvelLusa25/06/07 19:24:58


Post a message:
This forum requires an account to post.
[ Create Account ]
[ Login ]
[ Contact Forum Admin ]


Forum timezone: GMT+0
VF Version: 3.00b, ConfDB:
Before posting please read our privacy policy.
VoyForums(tm) is a Free Service from Voyager Info-Systems.
Copyright © 1998-2019 Voyager Info-Systems. All Rights Reserved.