VoyForums
[ Show ]
Support VoyForums
[ Shrink ]
VoyForums Announcement: Programming and providing support for this service has been a labor of love since 1997. We are one of the few services online who values our users' privacy, and have never sold your information. We have even fought hard to defend your privacy in legal cases; however, we've done it with almost no financial support -- paying out of pocket to continue providing the service. Due to the issues imposed on us by advertisers, we also stopped hosting most ads on the forums many years ago. We hope you appreciate our efforts.

Show your support by donating any amount. (Note: We are still technically a for-profit company, so your contribution is not tax-deductible.) PayPal Acct: Feedback:

Donate to VoyForums (PayPal):

19/01/21 19:36:17Login ] [ Contact Forum Admin ] [ Main index ] [ Post a new message ] [ Search | Check update time | Archives: 1234[5]6789 ]
Subject: Governo mais reduzido, feminino e heterogêneo


Author:
Tenomar
[ Next Thread | Previous Thread | Next Message | Previous Message ]
Date Posted: 24/05/07 16:06:49
In reply to: Ignacio Ramonet 's message, "Reconstruir" on 18/05/07 17:05:15

Um socialista com perfil humanitário nas Relações Exteriores, uma mulher de origem magrebina no ministério da Justiça e um centrista na pasta da Defesa: o governo do presidente Nicolas Sarkozy é a primeira prova da revolução que o mesmo deseja promover na França. As novidades deste Executivo anunciado última sexta-feira, em Paris, pelo novo chefe de Estado conservador são muitas. É uma equipe mais reduzida e jovem que a anterior, praticamente igual entre homens e mulheres e não fechou as portas para representantes de outros partidos que se identificaram com o projeto de Sarkozy.

O primeiro é Bernard Kouchner, que durante uma década participou de governos de esquerda na França e é um dos fundadores da organização Médicos Sem Fronteiras (MSF). Socialista atípico, inconformista e vaidoso, o novo ministro foi representante da ONU em Kosovo, defensor ferrenho do conceito de "direito à ingerência humanitária" e é uma das personalidades preferidas dos franceses. O segundo "intruso" neste governo é o centrista Hervé Morin, líder dos deputados da UDF na Câmara, que será titular da Defesa. Nunca foi ministro, se uniu a Sarkozy entre o primeiro e o segundo turnos das eleições presidenciais com a idéia de injetar um ar mais moderado ao seu governo.

No que diz respeito à paridade, o governo será composto por sete mulheres e oito homens, um cenário inédito na França. No governo passado, apenas uma mulher, Michele Alliot Marie, titular da Defesa, era encarregada de um ministério importante. Além de Alliot-Marie, que deixará a Defesa para ocupar o Interior, entre as mulheres do governo se destaca a juíza Rachida Dati, de 41 anos, colaboradora de Sarkozy desde 2002, porta-voz durante a campanha e a partir desta sexta-feira ministra da Justiça. É a primeira vez na França que uma descendente de imigrantes assume um grande ministério.

O lado feminino deste governo se completa com Christine Boutin (Habitação e Assuntos Urbanos), Valerie Pecresse (Ensino Superior e Pesquisa), Christine Albanel (Cultura, Comunicação e porta-voz do Governo), Christine Lagarde, que sai do Comércio Exterior para ocupar a Agricultura e Pesca, e Roselyne Bachelot, ex-ministra da Ecologia que ocupará a pasta da Saúde, Juventude e Esportes.

[ Next Thread | Previous Thread | Next Message | Previous Message ]


Post a message:
This forum requires an account to post.
[ Create Account ]
[ Login ]
[ Contact Forum Admin ]


Forum timezone: GMT+0
VF Version: 3.00b, ConfDB:
Before posting please read our privacy policy.
VoyForums(tm) is a Free Service from Voyager Info-Systems.
Copyright © 1998-2019 Voyager Info-Systems. All Rights Reserved.